sábado, 17 de novembro de 2012

The Saturday Post

Hoje a minha cara metade faz anos, e este ano o almoço de família é lá em casa com os pais. Ora como os pais não sabem da minha real existência desde que nos conhecemos há 200 anos atrás, eu vim almoçar fora. 

Logo à noite, com quem já sabe que eu existo, haverá jantar de ânus. Será num restaurante cuja existência desconheço e que aparentemente passará a noite a servir flammes. Flammes de entrada, flammes de prato principal e flammes à sobremesa e depois vamos peidar flammes por essa cidade fora.

Ah, eu já disse que este jantar também celebra a emigração da minha cara metade para terras de salsichas? E que até ver resta-me a vã esperança de fornicar troncos de árvore para o resto da vida que Deus me deu? Não é que eu seja esquisito que as árvores também precisam de amor e sexo, mas acho-as muito paradas no que diz respeito à sua performance sexual. Mas deixemos estes acontecimentos para outro dia quando tiver material suficiente para fazer relatos diários das aventuras das minhas punhetas. Se calhar entro na onda das fotos pelo mundo fora, e publico fotos diárias dos locais onde bati punhetas: a minha meita no fogão, a minha meita na praia da Costa, a minha meita nos Santos Populares, a minha meita em Badajoz... Se quiserem evitar o início do meu consumo de anti-depressivos façam like À Minha Meita no facebook.

A modos que é isto.
E é Sábado e chove.
E logo há flammes. 
E em breve haverá meita.

3 comentários:

Xs disse...

Oh!
Então mas as famílias não sabem??
Está mal!!!

E o et_voilà agora vai para a Alemanha???
Mas o homem não pára?

E não! Não ponhas fotos dessas, pelo amor da Santa!!!

La Contessa disse...

Oh querido, as flammes até eram boas e afinal não eram servidas d'entrada nem de sobremesa. Ouça, gosto imenso de segui-lo e espero continuar. À sua meita, nem por isso, para falar verdade. Por favor não me leve a mal.

et voilà... disse...

que gente esquisita!