sexta-feira, 17 de maio de 2013

Internet: a solucionar as nossas vidas desde 1991

A minha amiga que também já anda a trepar paredes o que já se vai tornando epidémico, recentemente tem optado por cortar os pulsos ao som das mais belas harmonias melancólicas. Numa tentativa de aceder ao vídeo da Whitney Houston "I will always love you", os responsáveis do marketing direccionado acharam por bem dar-lhe uma pequena ajuda:


Ora, em primeiro lugar a minha amiga não é fufa, ou pelo menos até agora que por vezes a carência leva a tomadas de decisões drásticas.

Em segundo lugar, por mais desesperada que ela possa estar não me parece que ela queira "Foder uma mulher diferente todos os dias" porque no dia em que conseguir rodar a vossa base de 50 000 fodilhonas inscritas, ela terá 167 anos. E mesmo que a ciência evolua ao ponto de aumentar a esperança de vida para os 200 anos, não creio que a pássara dela aguente tamanha turbulência.

Em terceiro lugar, ninguém quer ler uma série de directrizes antes de foder. Na melhor das hipóteses, vê-se um filme pornográfico.

No fim de assistir a este atiçamento sexual, ver a Whitney a cantar agora que ela já está morta é de certa forma perturbador.

1 comentário:

Joana Mesquita disse...

Faz um post sobre adopçao por homossexuais ou a comentar esta vaca: http://corta-fitas.blogs.sapo.pt/5377429.html