terça-feira, 26 de junho de 2012

O concerto

A expectativa era muita porque:
a) já lhe vi um concerto e fiquei a babar-me de espanto;
b) a Madonna é uma badalhoca e uma boa badalhoca dá sempre um bom espectáculo nem que seja a mijar agachada atrás de um carro.

O espectáculo de luzes, tecnologia e dançarinos foi assim um estrondo. Tudo no microsegundo certo e com a espectacularidade do costume e o raio da velha vai conseguir abrir as pernas mesmo quando estiver de cadeira de rodas.

Tive pena que não tenha mostrado o mamilo, mas a julgar pelas últimas capas da Playboy em Portugal, ninguém mostra os mamilos em Portugal a não ser a Ana Malhoa... e José Cid. Houve momentos em que pensei que ia mostrar a ratonga para que as receitas das imagens vendidas revertessem a favor da dívida portuguesa ao FMI. Nadinha. Nem uma pele morta.

Teria pago 80 euros para ver o concerto todo em playback que a senhora das poucas vezes que carregou on naquele microfone, deixou tudo a olhar à volta à procura da baleia a ser assassinada nas redondezas. Acho que os anos a fio a engolir meita começam a dar sinais dos seus efeitos.

Mas a velha dança como se tivesse 20 e não se vê uma única artrose naquele corpo o que só comprova que foder dá saúde. Próximo concerto lá estarei.

1 comentário:

Kity disse...

Quer dizer que a "belha" está em altas??!!