quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Apenas mais um post sobre gente nojenta e doente.

Comecei o ano a consultar as minhas estatísticas bloguistas, um dos meus vários momentos de indulgência narcisista. E perturba-me que, com tamanha badalhoquice gratuita que dispenso diariamente neste antro do putedo, ainda há pessoas que procuram badalhoquice mais arrojada do que a que proporciono. Agora querem a "popota nua em várias posições"

Para além de não ter conseguido fotos da dita com a xoxa escancarada, não creio que se as tivesse em minha posse, ousaria publicá-las. Em primeiro lugar, porque não é pitoresco e contrasta com a estética do meu blog. Em segundo lugar, porque poderia sujeitar-me a internamento compulsivo.

Esta última atitude, no entanto, sugiro aos leitores que me procuram no intuito de associar uma imagem da popota ao seu momento de êxtase. 

Se estão solitários, não compreendo sinceramente o que vos impede de procurar sites mais arrojados com imagens de genitais tratados a photoshop, reais, cobertos em óleo, reais, e que não sugerem tendências pedófilo-esquizofrénicas, ou seja, reais.

Se estão acompanhados, louvo-vos desde já pela vossa capacidade de multitasking. Eu compreendo que, por vezes, seja estimulante imaginar algo mais que o vosso parceiro/a e vai de googlar com um dedo enquanto o outro entretém a pássara ou o ilhó da companhia. Infelizmente, dadas as tendências ultra-conservadoras cá de casa, o meu namorado não me deixa sequer fazer sudoku enquanto pinocamos, o que me daria um jeitão. 
Provavelmente até sugeriria que fizesse sudoku enquanto vejo as Kardashians, o que seria de todo impensável, porque não consigo fazer sudoku enquanto estou a absorver as palavras de sabedoria das Kardashians. Óbvio.

Voltando à Popota e à minha compreensão face ao rácio deficitário psiquiatra / habitante em Portugal: estou convosco nas vossas horas de maior necessidade e dou o blog ao manifesto para toda e qualquer actividade que tenha como finalidade atingir o orgasmo. Se pudesse doaria um cêntimo a cada criança africana por cada orgasmo que conseguisse despoletar nos meus leitores. Mas por favor, não me peçam para postar a snaita da popota. 
A rata pendurada da duquesa de Alba talvez. 
A Popota não. 
É errado.

4 comentários:

Popotta disse...

aqui me tens toda nua:
http://www.youtube.com/watch?v=Z126sSeG7EU

Xs disse...

lolol
Afinal ela existe?

et voilà... disse...

A popota roubou-me a inocênia da minha infancia! :(

Filipe Gouveia de Freitas disse...

et voilá, onde não vai a inocência da tua infância... (olha estou a usar reticências e o que é mais fantástico- devidamente)