quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Açores - pré casamento

Este blog poderia estar às portas da morte, tamanha a ausência. Se estou a trabalhar muito é porque estou estoirado demais para vir cá debitar parvoíces, se estou de férias é porque estou tão ocupado a coçá-los que não tenho tempo para cá vir; se estou a foder muito é porque estou tão assado que nem sentar consigo; se estou a foder pouco é porque tenho os tomates tão cheios que nem me consigo levantar com o peso. Mas não, ainda não é desta que as portas fecham.

Vim de férias aos Açores ao dito casamento da minha irmã, e para quem não sabe da história, aconselho vivamente a leitura do post porque o sentimento mantém-se e provavelmente servirá de preâmbulo aos posts vindouros.

A modos que até lá, é vê-la em modo desenfreado a tratar dos preparativos e eu a coçar as minhas azeitonas ao sol e a banhar-me.

Sem comentários: